MX17-18_Portfolio_1

Projeto Gráfico

Somos parceiros de Batman Zavareze, curador do festival, desde a primeira edição do evento em 2005. O trabalho de design e comunicação desenvolvido para o Festival entende o inusitado de sua proposta e traduz tudo isso em linguagem visual e comunicação. Através dos anos, a linguagem visual do Festival vem surpreendendo o público com propostas gráficas instigantes e inovadoras.

Desenvolvemos o projeto gráfico de mais um catálogo do Festival Multiplicidade, registrando os momentos mais significativos das temporadas 2017 e 2018.

Bem representado na frase do curador do Festival, Batman Zavareze: “fazer BARULHO em tempos tão difusos é um ato simbólico, poético, artístico, e por que não, político”. O tema de 2017 é intenso. Seu conceito busca estimular as escutas para fazer enxergar o que há à nossa volta, diante das distopias do mundo.

Em 2018 o Festival seguiu o conceito de ESPAÇOS UTÓPICOS. Um ato de resistência, onde nos apegamos às realidade alternativas para encarar nossa dura realidade. Com força e poesia, as palavras resistir e existir como única saída (exit) traduzem o tema.

MX17-18_Portfolio_2 MX17-18_Portfolio_3_a MX17-18_Portfolio_3_b MX17-18_Portfolio_4 MX17-18_Portfolio_5 MX17-18_Portfolio_6 MX17-18_Portfolio_7 MX17-18_Portfolio_8 MX17-18_Portfolio_9 MX17-18_Portfolio_10 MX17-18_Portfolio_11 MX17-18_Portfolio_12 MX17-18_Portfolio_13 MX17-18_Portfolio_14 MX17-18_Portfolio_15 MX17-18_Portfolio_16 MX17-18_Portfolio_17 MX17-18_Portfolio_18

Cliente: Festival Multiplicidade (27+1)
Direção de Design: Leo Eyer
Design Gráfico: Rodrigo Moura
Coordenação de Operações: Vivianne Jorás
Fotografia 2017: Elisa Mendes, Juliana Chalita e André Hawk
Fotografia 2018: Francisco Costa, Clap e Bleia Campos

Leave a Reply